sexta-feira, 31 de outubro de 2014

FAB resgata cinco sobreviventes de acidente aéreo em Roraima




Ocupantes da aeronave desaparecida no domingo estavam a 3,5 km do local da queda
Publicado: 31/10/2014 14:06h

Fonte: Agência Força Aérea
  Força Aérea Brasileira (FAB)
Nesta sexta-feira (31/10), às 13h, foram resgatados os cinco ocupantes da aeronave Cessna PP-FFR, desaparecida desde domingo (26/10) no estado de Roraima (RR). Eles foram localizados minutos antes por uma aeronave SC-105 Amazonas SAR do Esquadrão Pelicano (2°/10° GAV) da Força Aérea Brasileira (FAB), estavam a cerca de 3,5 km de onde a aeronave foi encontrada na quinta-feira.

Um helicóptero H-60 Black Hawk do Esquadrão Harpia (7º/8º GAV) foi acionado para o resgate. Todos foram encaminhados a capital Boa Vista para a realização de exames médicos.

Na tarde de ontem (30/10), o SC-105 havia confirmado a localização da aeronave a 200 km de Boa Vista sem os ocupantes. Foram lançados dois paraquedistas e acionaram o helicóptero de resgate. Quando os militares chegaram na aeronave, encontraram um bilhete informando que os sobreviventes haviam abandonado o avião para tentarem chegar em alguma aldeia, dizia também que todos estavam debilitados e com fome.

O avião estava desaparecido desde domingo (26/10). A aeronave seguia de Santa Maria do Boiaçú (RR) com destino à Boa Vista (RR) com cinco pessoas a bordo, inclusive uma mulher grávida e um bebê.
A missão foi coordenada pelo Salvaero Amazônico, unidade da FAB resposável pela coordenação de operações de busca e salvamento na região amazônica. Houve também a participação do Batalhão de Infantaria de Selva do Exército Brasileiro e doCorpo de Bombeiros de Roraima para a realização das buscas terrestres.

Acidente - No domingo, a aeronave PP-FFR do governo do Estado de Roraima decolou às 11h50 (horário local) com 5 pessoas a bordo tendo como destino à capital Boa Vista. Segundo o plano de voo, o pouso estava previsto para às 14h (local) mas, durante o trajeto, a aeronave perdeu a comunicação com o radar de controle aéreo e desapareceu.  O Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes (SERIPA), da Aeronáutica, investigará os fatores que contribuíram para o acidente.




ALGUNS DOS REGISTROS FEITO PELO RADARAEREO EM EXERCÍCIOS DA FAB..