quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Marinha dos EUA busca tripulante de avião perdido no Golfo

Militares envolvidos em acidente atuam em ofensiva contra Estado Islâmico.
Piloto conseguiu pousar em navio e um tripulante foi resgatado das águas.

Da France Presse
Forças americanas no Golfo estão em busca de um mariner que caiu na água, nesta quarta-feira (1), depois que seu avião perdeu potência ao decolar de um navio, disseram as autoridades militares.
 

A tripulação estava a bordo de uma aeronave V-22 Osprey que teve problemas na decolagem do USS Makin Island, um navio de assalto anfíbio que apoia a campanha aérea liderada pelos Estados Unidos contra o grupo Estado Islâmico (EI) no Iraque e na Síria - anunciou o Pentágono em um comunicado.
"Dois membros da tripulação saíram da aeronave nas águas do Golfo Pérsico. Um deles foi resgatado de forma segura e agora está em condições estáveis a bordo do Makin Island", completou a nota.
O piloto da aeronave "conseguiu recuperar o controle e pousar com segurança" a bordo do navio, segundo o comunicado.
Funcionários militares vão abrir uma investigação pelo incidente.
O Osprey pode decolar como um helicóptero e, depois, com seus motores inclinados para frente, voar como um avião

PF fiscaliza aviões de Marconi e Vanderlan no aeroporto de Jataí, GO

Polícia Federal faz operação para identificar dinheiro ilegal ou material ilícito.
Nenhuma irregularidade foi encontrada em sete aviões vistoriados.

Do G1 GO
Policiais federais vistoriaram avião do candidato a reeleição Marconi Perillo em Jataí, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Policiais federais vistoriaram avião do governador Marconi Perillo (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
A Polícia Federal fiscalizou nesta quarta-feira (1º) pelo menos sete aviões no aeroporto de Jataí, no sudoeste de Goiás, entre os quais o do governador Marconi Perillo, candidato à reeleição pelo PSDB, e o do candidato a governador pelo PSB, Vanderlan Cardoso. Não foi encontrada nenhuma irregularidade nos aviões fiscalizados.
O objetivo da operação, que vai se estender até domingo (5), é combater possíveis crimes eleitorais. De acordo com a promotora eleitoral de Jataí, Glaucia Brito Freire Teixeira e Silva, o pedido foi feito depois de o órgão receber denúncias anônimas de que aviões poderiam estar transportando material publicitário e dinheiro a serem usados de maneira irregular em campanhas eleitorais. Segundo a promotora, todas as aeronaves que pousarem em Jataí passarão por essa fiscalização, independente do uso ou de quem seja o dono.
 
A campanha de Marconi Perillo informou em nota que o candidato decolou de Palmeiras de Goiás e, ao desembarcar em Jataí, ele próprio convidou e acompanhou o agente da Polícia Federal que fez a vistoria. Segundo a nota, a aeronave foi liberada em seguida. O governador realizou atividades de campanha no município.
A assessoria da campanha de Vanderlan Cardoso informou ao G1 que o candidato chegou a Jataí por volta de 17h30 e, respeitando a determinação eleitoral, teve o avião vistoriado pela Polícia Federal. Não foi encontrada nenhuma irregularidade. Após a fiscalização, o político seguiu para os compromissos eleitorais. A assessoria informou que o candidato aprova a ação e que a prática deveria ser estendida para todo o estado, a fim de garantir maior transparência ao processo eleitoral.
“Nós já fiscalizamos o avião do governador [Marconi Perillo], quando ele chegou para seus compromissos políticos na cidade, e também já vistoriamos de empresários também. Felizmente, nada irregular foi encontrado até o momento. O Vanderlan deve chegar ainda hoje na cidade e, assim como todos, também terá o avião fiscalizado. Toda essa ação é para garantir uma maior segurança a todo o processo eleitoral”, afirmou a promotora antes da vistoria na aeronave do candidato do PSB.
O delegado da Polícia Federal de Jataí, Ricardo Duarte, disse que a fiscalização vai se estender a todas as aeronaves.
“Nós estamos procurando por documentações irregulares e material ilícito. Nesse aspecto, estão incluídos não só materiais políticos, mas todo tipo de material proibido pelas leis”, explicou.

 
Maranhão
No último dia 25, a Polícia Federal também fez revista no avião do senador Edison Lobão Filho (PMDB), candidato a governador do Maranhão e filho do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.
A ação da PF, no aeroporto de Imperatriz (MA), motivou protestos do presidente nacional do PMDB, o vice-presidente da República, Michel Temer, e do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Segundo eles, a ação dos agentes foi "intimidatória"
Diante dos protestos, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, pediu ao diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello Coimbra, "apuração rigorosa" da conduta dos policiais. O diretor da PF instaurou uma sindicância que tem 30 dias (prorrogáveis por mais 30) para apresentar resultados.
Tocantins
No último dia 18, um avião com R$ 500 mil e milhares de panfletos políticos do candidato a governador do Tocantins Marcelo Miranda (PMDB) e do candidato a deputado federal Carlos Henrique Gaguim, do mesmo partido, foram apreendidos em uma pista de pouso de Piracanjuba, a 87 km de Goiânia. Quatro pessoas foram presas suspeitas de envolvimento com lavagem de dinheiro.
Logo após a prisão dos suspeitos, o candidato Marcelo Miranda disse que não teve nenhuma ligação com o caso. A advogada de Gaguim também negou o envolvimento dele com o dinheiro e os folhetos apreendidos.

Mau tempo fecha aeroporto de Brasília e desvia voos para GO e MG

Vento e chuva derrubaram cobertura do estacionamento sobre carros.
Leitora filmou tornado; foi o primeiro registro do fenômeno no DF, diz Inmet.

Do G1 DF
O Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, foi fechado durante cerca de uma hora e meia na tarde desta quarta-feira (1º) devido ao mau tempo. Segundo a Inframerica, concessionária que administra o terminal, pousos e decolagens foram suspensos às 14h26. Os sistema foi normalizado às 15h53. Uma leitora fez o registro de um tornado nas proximidades do terminal e enviou um vídeo pelo VC no G1. Segundo ela, o evento fez um avião arremeter (veja vídeo acima).
Segundo a meteorologista Márcia Seabra, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), é a primeira vez que um tornado é registrado e confirmado no DF. O fenônemo foi considerado de pequena proporção e aparentemente não ofereceu risco por ter acontecido em uma área descampada.

Segundo Márcia, o tornado registrado na capital é semelhante aos de grandes proporções que causam prejuízos nos Estados Unidos e na Ásia. "É o mesmo tipo de evento, mas existem categorias. Esse do vídeo é um dos mais leves, de categoria 0 ou 1. A escala vai até o número 5", afirma.

A meteorologista afirma que a nuvem que aparece acima do turbilhão é do tipo "supercélula", a mais intensa entre as que causam tempestades. "Esse tipo de nuvem favorece a formação de tornados, e explica a ocorrência neste caso".

De acordo com a Inframerica, durante o período em que ficou o aeroporto ficou fechado,sete voos haviam sido desviados para Goiânia e dois para Confins, em Minas Gerais. A companhia não informou de onde vinham as aeronaves. Outros inco voos atrasaram, mas não houve cancelamento, diz a concessionária.

Segundo a Inframerica, o terminal funcionou por instrumentos durante oito minutos, até o fechamento completo do terminal.

A empresa afirmou que as rajadas de vento atingiram a velocidade de 100 km por hora na área do aeroporto. Não houve registro de transtornos nos píers Norte e Sul; a área central foi afetada, e a concessionária está avaliando os danos; a chuva afetou o piso do setor de desembarque, mas a “situação foi controlada rapidamente com reforço de equipe para limpeza e retirada da água”, diz a Inframerica.

Queda de estrutura
Uma parte da cobertura do estacionamento do aeroporto caiu sobre carros devido às chuvas e ao vento forte. A estrutura é feita de ferro e lona e se localiza no espaço mais próximo às áreas de embarque e desembarque.
A Inframerica disse que até a publicação desta reportagem ainda não havia avaliado quantos veículos foram atingidos e danificados, mas disse que vai ressarcir todos os proprietários que forem prejudicados.
Estrutura de estacionamento caiu sobre carros no Aeroporto JK (Foto: Aldair Fernando/G1)Estrutura de estacionamento caiu sobre carros no Aeroporto JK (Foto: Aldair Fernando/G1

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Avião faz pouso de emergência no aeroporto de Cumbica

Aeronave da British Airways saiu de Buenos Aires em direção a Londres.
Aérea não informou as causas do procedimento até as 17h15.

Do G1 São Paulo
Um avião da British Airways fez um pouso de emergência no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, nesta terça-feira (30). Não havia informações de feridos nem das causas do procedimento até as 17h15.
De acordo com a GRU Airport, concessionária que administra o aeroporto, a aeronave saiu de Buenos Aires em direção a Londres e solicitou o pouso em Cumbica. A empresa afirma que o pouso não estava programado, pois o voo seria direto.

Dono de aeronave morre após ser atingido por hélice, em Anápolis, GO

Ele estava junto com mecânico fazendo a manutenção do monomotor.
Caso foi registrado na Polícia Civil; Cenipa também vai investigar o acidente.

Fernanda Borges Do G1 GO
Um empresário de 59 anos morreu na noite de segunda-feira (29) após ser atingido pela hélice de uma aeronave no Aeroporto Civil de Anápolis, a 55 km de Goiânia. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ele e um mecânico faziam a manutenção de um monomotor quando o acidente aconteceu, por volta das 21h.
O sargento Gilmar Vieira disse ao G1 que quando os bombeiros chegaram ao hangar onde estava a aeronave já encontraram o homem, que era dono do monomotor, sem vida. “Ele foi atingido na cabeça, pescoço e tórax. Por causa da gravidade das lesões, não resistiu e morreu na hora”, explicou.

Segundo Vieira, o mecânico relatou que fazia a manutenção da hélice e que o empresário estava dentro da aeronave. “No entanto, ele desceu, contornou o monomotor, e tentava chegar até a parte da frente, mas se aproximou demais”.
Logo após a constatação da morte, um boletim de ocorrência foi registrado na Polícia Civil de Anápolis. A administração do aeroporto também entrou em contato com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) e informou sobre o ocorrido.
Procurada pelo G1, a assessoria de imprensa do Cenipa disse que o órgão foi notificado sobre o caso e que vai enviar uma equipe de investigadores até o aeroporto para apurar as causas e classificar o acidente

Avião de candidatos de MT tem falha mecânica ao decolar em aeroporto

Aeronave recolheu equipamento que auxilia trem de pouso.
Carlos Fávaro, Nilson Leitão e assessora seguiam para Primavera do Leste.

Pollyana Araújo Do G1 MT
Avião teve falha mecânica ao decolar nesta terça-feira (30) (Foto: Durcy Arévalo/ Arquivo pessoal)Avião teve falha mecânica ao decolar nesta terça-feira (30) (Foto: Durcy Arévalo/ Arquivo pessoal)
Uma aeronave usada pelo candidato a deputado federal Nilson Leitão (PSDB) e pelo empresário Carlos Fávaro (PP), vice da chapa que tem Pedro Taques (PDT) como candidato ao governo do estado, falhou no momento da decolagem, na manhã desta terça-feira (30), no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Além do piloto, estavam no avião os dois candidatos e a assessora de imprensa deles, porém, ninguém se feriu.

Conforme a assessoria, o avião recolheu a bequilha, equipamento auxiliar do trem de pouso da aeronave. O avião ficou um pouco danificado, principalmente em uma das asas. Segundo a assessora que estava na aeronave, graças à experiência do piloto, o acidente não foi mais grave.
A assessoria de imprensa informou que os candidatos seguiriam para Primavera do Leste, a 239 km da capital, para participar de um evento de campanha. Devido o problema, tiveram de adiar a ida  e seguiram momentos depois em outro avião.
Acidente ocorreu no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande (Foto: Durcy Arévalo/ Arquivo pessoal)Acidente ocorreu no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande (Foto: Durcy Arévalo/ Arquivo pessoal

domingo, 28 de setembro de 2014

Aeronave de pequeno porte cai na Praia do Perigoso, Zona Oeste do Rio

As duas vítimas foram resgatadas com vida pelos bombeiros.
Ainda não há informações sobre o estado de saúde.

Do G1 Rio
Uma aeronave de pequeno porte caiu, na tarde deste domingo (28), próximo à Praia do Perigoso, em Barra de Guaratiba, Zona Oeste do Rio. De acordo com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, a queda foi numa área de mata da região, por volta de 15h50.
Os dois tripulantes da aeronave foram resgatados com vida e encaminhados ao hospital Miguel Couto, no Leblon, Zona Sul do Rio. As vítimas são dois homens que aparentam ter cerca de 60 anos, mas até 19h30, não havia informações sobre o estado de saúde deles. O resgate foi feito pelo Grupo de Operações Aéreas dos Bombeiros.